Como é o treino de um estudante de alto nível?

Como é o treino de um estudante de alto nível?

Muito do que estudamos parece acontecer dentro da nossa cabeça, algo puramente mental. Por isso, acreditamos que este seja um processo misterioso e que para ser um bom aluno é preciso ser “inteligente”.
Na verdade, estudar é um comportamento como qualquer outro – exige treino, aprendizagem de estratégias e precisa de repetição sob condições específicas para criar uma relação positiva.

A comparação com o esporte é legal, pois embora também haja noções de talento para fazer um determinado esporte, que se compara com a noção de inteligência para os estudos, é muito mais difícil negar que o esportista precisa ter uma rotina de treino se quiser avançar, independentemente do seu talento inato. Isso acontece provavelmente porque o treino no esporte é público e visível, permitindo identificar, por exemplo, quem exercita os músculos dos braços, das pernas e quem é sedentário.

Por outro lado, é mais complicado identificar só com um olhar quem exercitou os músculos do estudo, uma vez que grande parte do que acontece na hora de estudar está relacionado com os nossos neurônios. A gente não se dá conta que o estudo altera nossas redes neurais.

A rotina de estudo – como a gente estuda e o que fazemos durante esse tempo – cria novos circuitos neurais (mas não é mágico).

Embora muitas pessoas acreditem que assistir à aula, vídeos ou ler seja suficiente para aprender, ninguém diz que um jogador de futebol vai evoluir se só ficar assistindo vídeos ou lendo sobre outros jogadores.

Estudamos para conseguir falar sobre o que lemos, escrever, responder a questões, relacionar conhecimentos e aplicá-los a situações novas. Não basta ficar passivo, achando que vai aprender por osmose. Tem que ser estudo ativo!

Sem treinar os comportamentos de falar, escrever, relacionar, aplicar, a gente não sai do lugar. Dessa mesma forma, um jogador que nunca jogou um jogo também não é capaz de avançar.

Muitas vezes esquecemos que o estudo é bem parecido com o treino de um esportista. Existem algumas habilidades que podemos nos espelhar para aplicar:

🎯 Apoio da família – Para ir bem é preciso de motivação e os pais são fundamentais, pois acompanham de perto as necessidades de seus filhos

🎯 Aprende a aprender – Com o apoio de um tutor, consegue traçar planos sólidos, criando uma cultura de estudos eficiente, para que o que foi aprendido não caia no esquecimento

🎯 Protagoniza – Assume a responsabilidade por seu bom desempenho e busca de forma ativa ampliar o seu conhecimento

🎯 Faz um bom planejamento do futuro – As metas traçadas são estimulantes e realistas

🎯 Dribla as distrações – Tem disciplina e prioriza o estudo na hora de planejar seu cronograma, reservando períodos limitados para o lazer

Gostou do conteúdo? Coloque em prática hoje mesmo e compartilhe com quem possa se interessar.

Deixe uma resposta