Qual método de estudo é mais eficiente?

Qual método de estudo é mais eficiente?

Muitas vezes, o ato de aprender pode ser um grande desafio, já que exige esforço do cérebro, dedicação do aluno e disponibilidade de tempo. Para facilitar o aprendizado, há métodos de estudo com estratégias variadas, que têm características diferentes e envolvem, por exemplo, a concentração, o foco, a gestão do tempo e a memorização, entre outros.

Existem muitas formas de aprender, além das explicações passadas em sala de aula. E conhecer métodos de estudo, pode ajudar o estudante a absorver melhor os conteúdos.

A seguir, apresentamos alguns dos métodos de estudo que podem otimizar a rotina. Confira 👇

🎯 Técnica Pomodoro
Este conhecido método de gestão de tempo recebeu esse nome porque seu criador era italiano. Francesco Cirillo usou um timer de cozinha para desenvolver a técnica que pode ser aplicada para diversas finalidades que exijam concentração, como os estudos.
O ideal é que se defina os minutos, intercalando os períodos de descanso e dedicação.

🎯 Estudo Mnemônico
Facilitar a assimilação do conteúdo é o foco desse método de estudo utilizado há muito tempo. Esta pode ser uma técnica fácil e divertida, que associa  algo complexo a algo simples. Que tal um exemplo prático? Na frase “Minha Vó Tem Muitas Jóias Só Usa No Pescoço”, cada letra inicial corresponde ao nome de um planeta. São eles: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão.

🎯 Fichamento ou resumo
Simples e eficientes, esses métodos de estudo permitem fixar melhor o aprendizado. A ideia é que o aluno possa criar resumos dos conteúdos em fichas, que podem ser consultadas a qualquer momento. Este sistema facilita a memorização pois se vale de vários recursos: a leitura, o raciocínio para criar a súmula e a escrita.

🎯 Mapa Mental
Se o estudante aprende melhor de forma visual, desenhar um mapa mental pode ser uma boa estratégia. Este método de estudo favorece a compreensão e o estabelecimento de relações entre diferentes conteúdos, além de beneficiar a memorização e o aprendizado. Consiste em realizar um diagrama realizado com a representação de ideias e conceitos, desmembrados a partir de um tema central.

🎯 Método Robinson (EPL2R)
Esta metodologia, que se divide em 5 etapas, tem esse nome por conta de uma homenagem prestada ao seu criador, o psicólogo americano Francis Peasant Robinson. De acordo com Robinson, os estudos devem passar pelos seguintes momentos diferentes:
✅ Explorar: ver quais são os principais tópicos a serem estudados
✅ Perguntar: nesta etapa, devem ser elaboradas perguntas a serem respondidas após a leitura do conteúdo
✅ Ler: este é o maior momento de concentração! Na prática o estudante deve fazer uma leitura mais aprofundada
✅ Rememorar: buscando responder as perguntas feitas anteriormente, nesse momento é necessário fazer anotações e resumos
✅ Repassar: esta é a hora da revisão do que foi anotado

Apresentamos 5 dos muitos métodos de estudo que existem, e que podem ainda ser combinados. Nossa dica é para que seja escolhido o método de estudo que mais seja parecido com a rotina do aluno, descobrindo, assim, estratégias exclusivas e eficientes.

Bônus: boas práticas para a rotina do estudante
Além do método de estudo, existem boas práticas, que facilitam a rotina do aluno. São elas:
🎯 Escolher um local apropriado para estudar, silencioso e com boa iluminação
🎯 Aproveitar os momentos de lazer para um descanso ativo
🎯 Hábitos saudáveis, como: alimentação, exercício e sono, mantém o cérebro saudável e em pleno funcionamento

Dessa forma, será ainda mais fácil colocar em prática os métodos de estudo que mostramos aqui. 😉

Gostou do conteúdo? Compartilhe com quem possa se interessar.

Deixe uma resposta