Quem nunca se sentiu ansioso para uma prova ou trabalho? 🤯

Quem nunca se sentiu ansioso para uma prova ou trabalho? 🤯

A ansiedade é uma emoção importante e natural para o ser humano, afinal, faz parte do instinto de sobrevivência sentir-se ansioso.

Ainda que no ambiente escolar haja muitas situações que podem gerar estresse, um pouco de ansiedade pode ser importante  para que o aluno fique minimamente atento e ativo durante uma apresentação ou prova.

Quando então a ansiedade é um transtorno?

Caso os sintomas passem a ser frequentes e fortes a ponto de interferirem no cotidiano, há grandes chances de ter sido desenvolvido um transtorno de ansiedade, levando à baixa autoestima, perda de motivação e afastamento da rotina.



Existem diferentes formas de manifestar a ansiedade e, quando falamos sob a ótica educacional, acaba sendo difícil a detecção do aluno ansioso. Isso significa que, em alguns casos, pode se apresentar como uma dor de barriga, um comportamento mais retraído, ou até agressividade e não somente o nervosismo característico que precede uma prova.

Os sintomas físicos e cognitivos são tão desagradáveis que o sofrimento pode ser antes, durante e/ou depois desses temidos momentos em que o estudante será avaliado.

Além disso, o aluno que vivencia a ansiedade de desempenho, que é caracterizada por medo acentuado e persistente de situações nas quais o estudante sente que será avaliado, pode:

✅ Enfrentar dificuldades para se expor em sala de aula, como responder a perguntas ou apresentar trabalhos
✅ Ficar desatento ou inquieto
✅ Ter dificuldade para trabalhar em equipe
✅ Diminuir a frequência nas aulas
✅ Parar de se socializar com os colegas

Segundo Huberty (2009), o estudante desenvolve um medo irracional de que será incapaz de controlar a situação. Isso acaba se tornando uma profecia auto-realizável, pois esse grau de ansiedade interfere na capacidade de o estudante aprender e, consequentemente, conseguir realizar uma prova ou apresentação.

Se seu filho sofre com ansiedade de desempenho, o que pode ajudar?

🎯 Validação e reconhecimento do que ele está sentindo é o primeiro passo para enfrentar o problema.

🎯 Métodos para melhorar a respiração e, consequentemente, relaxar.

🎯 Organização e planejamento dos estudos. Só de ver que há um caminho para enfrentar todas as demandas escolares contribui para diminuir a ansiedade.  Perceber que tem com quem contar quando precisar realizar tarefas que exijam foco pode ser uma boa opção.

🎯 Métodos eficientes de estudo – confira mais, acessando https://bit.ly/38y6qDt

Muitas vezes, investir no preparo adequado para as provas pode ser o suficiente para diminuir a ansiedade. Em casos mais graves, o acompanhamento médico pode ser necessário. Para todos esses estudantes, no entanto, é importante terem apoio e conseguirem cada vez mais experiências de sucesso em situações avaliativas, transformando e controlando seus estados emocionais. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe com quem possa se interessar 🤩

Deixe uma resposta